top of page
  • Foto do escritorFelipe Alecrim

#21_I Wanna Be Tour | SP 2024



Esse é mais um daqueles textos que são escritos para o teenager young Alecrinzinho, mas eu deixo vocês lerem também, sintam-se em casa. 


O "I Wanna Be Tour" marcou época, apenas no seu primeiro show da primeira edição do fest no Brasil… mesmo assim já está eternizado. Pela primeira vez, vimos um festival de dimensões gigantes reunir várias bandas que fizeram parte do último movimento que colocou o Rock`n Roll no mainstream do mundo todo. 


EMO NEVER FUCKING DIE!


Allianz Parque, estádio da GLORIOSA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS (sempre escrevo isso exclusivamente pro Jojo. Total piada interna kkk), sábado 02 de março de 2024. Um sol pra cada um, sensação térmica de amostra grátis do inferno, variando entre 89 e 147 graus, pelo que analisei. 


O dia já estava marcado pra ser histórico, uma vibe nostálgica e libertadora pairava pelo ar, onde QUARENTA E CINCO MIL PESSOAS esperavam ansiosamente pelo momento de viver novamente o auge da adolescência. No auge dos nossos 30 e poucos anos, com dor nos pés, nas costas, nos joelhos, salonpas pra caralho, muita água, cerveja, dorflex, cigarros com gosto de melancia e pau no cu de todo mundo que enche a merda do nosso saco. 


Fresno, Plain White T's, Mayday Parade, Pitty, Boys Like Girls, Asking Alexandria, The Used, All Time Low, All American Rejects, Nx Zero, A Day To Remember e Simple Plan foram os COADJUVANTES do rolê, porque os PROTAGONISTAS SOMOS NÓS, PORRA! 


A galera que popularizou a cena, os que nunca foram embora e agora os que voltaram, seja pela moda ou pela tendência, it doesn't matter! A fita é que QUARENTA E CINCO MIL PESSOAS estavam ali pra curtir um rolê histórico. 


Eu não preciso descrever show por show. Cada um ali curtia uma banda, conhecia menos de outra ou curtiu todas mesmo, não importa também. A resenha aqui é sobre a importância desse rolê pra toda uma geração! 


Mas algumas coisas eu não posso fugir… 


A FRESNO É A MAIOR BANDA EMO DESSE PAÍS. Quem discorda é maluco! 


A relevância que os caras têm, a trajetória que nunca parou, nunca pausou para projetos pessoais, nunca foi embora… N U N C A! Você pode não gostar do som, mas precisa reconhecer a importância de VINTE E CINCO ANOS carregando essa bandeira.


O Lucas, nosso capitão, é uma lenda viva desse nosso rolê! Além de tudo que já fez e continua fazendo com a Fresno, ainda botou o Allianz abaixo num dueto foda com o The Used. É definitivamente nosso representante em cima dos palcos. 


A Pitty é a dona de tudo! Na resenha do The Town eu já tinha falado isso… com a partida da Rita Lee, ela passou a ser a grande rainha do rock nacional. Que show, que performance, que banda, que setlist, que mulher foda do caralho, PQP! 


O Nx Zero é gigante demais! O Nx virou uma banda foda pra controle de multidão. Um hit atrás do outro. Tudo o que a gente deseja é que os caras desistam dessa ideia de break e que continuem tocando e lançando novos sons. 


O EMO NACIONAL REPRESENTOU MUITO, PORRA!


O Simple Plan foi ótimo também, é aquela farofada que a gente ama. Aqueles hits que você conhece e canta junto, mesmo que por osmose kkkk. Showzão! All Time Low e The Used também curti bastante. 


MAS, MIGUXOS (HAHAHAHA) PRECISAMOS FALAR DO A DAY TO FUCKING REMEMBER! 


ADTR é o resumo perfeito da minha época de faculdade. Mais uma banda que o Bruno me apresentou (agora só falta o BFMV pra completar o álbum) e que a Bruna Zani me fez virar fã lá em 2011. 


Irmão, QUE SHOW BOM DO CARALHO! PUTA QUE PARIU!

Setlist só de pedrada atrás de pedrada. 1 hora de moshpit sem parar, nada de lovesong, só porradaria comendo solta. Um espetáculo de metal emocore. 


Os caras são MUITO BONS ao vivo. Assim… MUITO BONS. Quem já era fã, se deleitou música após música e quem não era, minimamente se surpreendeu, porque a qualidade foi absurdamente foda, na moral.


The Downfall of Us All

All I Want

Paranoia

Degenerates

2nd Sucks

Right Back at It Again

Mr. Highway's Thinking About the End

Rescue Me

Have Faith in Me

Mindreader

I'm Made of Wax, Larry, What Are You Made Of?

Miracle

Resentment

If It Means a Lot to You

All Signs Point to Lauderdale


Esse setlist certeiro e avassalador pra alegria de todos nós.


Eu sei que a maioria das pessoas estavam ali pelo Simple Plan e realmente eles entregaram um showzão foda, pô… mas, eu disse, esse texto é para o teenager young Alecrinzinho que ficou MUITO FELIZ em ver o ADTR ao vivo.


MUITO FELIZ MESMO! E ainda de quebra vi a felicidade genuína de Thatóla, minha bruxa. A emo velha que eu mais amo nesse mundo.


Eu fui formado no Hard Rock/Blues, já falei isso aqui mil vezes, mas uma parte de mim foi, ainda é e sempre vai ser EMO PRA CARALHO. no auge dos nossos 30 e poucos anos, com dor nos pés, nas costas, nos joelhos, salonpas pra caralho, muita água, cerveja, dorflex, cigarros com gosto de melancia e pau no cu de todo mundo que enche a merda do nosso saco… again! 


Próxima parada: Mr. Travis motherfucker Barker live! Lollapalooza vem aí. 

コメント


bottom of page