top of page
  • Foto do escritorFelipe Alecrim

#18_Paul McCartney - "Got Back" Tour | SP 2023


I Epístola do apóstolo Alecrim à igreja de Sir James Paul McCartney.


1 E no princípio Deus disse: "Que haja música!" e a partir daí o destino estava entregue nas mãos de James Paul McCartney.


2 No dia 18 de junho de 1942, Jim e Mary McCartney conceberam ao mundo seu primogênito mancebo travestido de glória, no hospital geral de Liverpool, na Inglaterra. 


3 Este foi o primeiro ato do nascimento do menino James Paul McCartney que iniciara ali seu caminho de santidade.

 

4 E todos iam para a sua cidade natal, a fim de contemplar o nascimento do pequeno Paul.


5 E foi naquele dia que Mary deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura.


6 Ano após ano, Paul começara a dar sinais de sua genialidade precoce. 


7 Quando ele atingiu a idade de quinze anos, se juntou a seu amigo John para dar início a algo que mudaria definitivamente a história do mundo. Vossa banda, Os Beatles.


8 Em pouco tempo, a genialidade e talento ficaram mais nítidos. A essa altura, os 4 garotos de Liverpool, Paul, John, Ringo e George ganhavam cada vez mais notoriedade por toda Inglaterra.


9 Décadas e mais décadas se passaram até que Deus ordenara a Paul que fosse até o Brasil, na cidade de São Paulo para reunir seus fiéis.


10 E disse o Senhor: "Vá e levai música ao povo para que não se esqueçam do quanto ela nos é importante antes que muitos deles pereçam. Que sua peregrinação até o glorioso palco do estádio da GIGANTE SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS recém DODECA CAMPEÃO BRASILEIRO, seja histórica". 


11 Dia 10/12/2023, esse apóstolo que vos fala pode contemplar a obra, destreza, genialidade e eternidade do artista enviado dos céus.


12 Minutos antes do início da missa, a sensação era que: "O culto hoje vai ser maravilhoso, porque o SIR vai derramar o seu poder". 


13 Alguns poucos minutos de atraso e uma tempestade torrencial (desta vez não transformada em vinho) logo na segunda música, chegaste Sir Paul McCartney, travestido de glória e santidade para dar início a um culto absolutamente fantástico.


14 Com dizeres de graça, tais como "O Pai ta On" e "Boa noite, mano", Sir Paul nos encantou canção após canção. Navegando por todos os instrumentos possíveis. Teve guitarra, violão, piano, ukulele, bandolim e obviamente no seu clássico e histórico contrabaixo elétrico Hofner de 1961.


15 Sir Paul Mc é uma entidade, um ser ímpar que carrega consigo uma energia absolutamente incrível e surreal aos olhos dos quase 60 mil meros mortais ali presentes.


16 Aos 81 (OITENTA E UM) anos de idade ainda nos agraciando com sua genialidade e virtuosismo musical. Composições atemporais e hits que o eternizam e ainda marcam várias gerações.


17 Por sinal, um misto de gerações se fez presente naquele local sagrado. Dos anciões que acompanharam toda a trajetória de Sir Paul, na companhia de seus herdeiros que por sua vez levaram seus filhos, os netos dos anciões citados.


18 Uma noite linda e mágica banhada por hits de vossa banda citada no versículo 7 e trafegando por sua graciosa carreira solo.


19 Seria absoluta redundância da parte deste que vos fala tomar vosso tempo para externar dizeres sobre a parte musical do espetáculo, pois Sir Paul é mestre quando o assunto é qualidade. Por mais que a mix dos PAs me causasse deveras estranheza por conta do baixo volume da bateria e da aveludada e divina voz principal, esse foi apenas um detalhe que de nada atrapalhara a noite de domingo.


20 Sir James Paul McCartney é definitivamente uma lenda viva nos dando o prazer e a graça de acompanhar sua genialidade, talento e divindade. Que vosso povo saiba do privilégio que é respirar o mesmo ar de um ser como tal. 


21 Assim como citou vosso irmão Liam Gallagher: "Os Beatles poderiam cagar na minha bolsa de mão, eu ainda esconderia minhas balas de menta lá."


22 Já tive a honra de ouvir ao vivo hits como "Dream On", "Rock`n Roll All Nite", "Rock You Like a Hurricane", "Best Of You" entre outros… mas nada se compara a tamanha grandeza e energia da oração que é "Let it Be" e da energia de "Hey Jude". 


23 Sessenta mil pessoas entoando o cântico dos cânticos em uma só voz ultrapassando as barreiras, trazendo arrepios, emoções e lágrimas espontâneas como um grito oriundo do mais profundo da alma se traduzindo como "NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA HEY JUDE!!!!".


24 Desse que vos fala fica o agradecimento e a realização de mais um "Beatle Dream", pois poderei dizer que pude contemplar de perto a vida e a obra de um dos maiores (senão o maior) de todos. E o próximo "Beatle Dream" é caminhar por onde Sir Paul já caminhou, nas históricas ruas de Liverpool, na Inglaterra.


25 Aquele que testifica estas coisas diz: "Thank You Sir James Paul McCartney. It's a pleasure to live in the same world as you". Que seu nome seja lembrado por toda eternidade.


26 E todos foram para suas casas.


27 Que a graça do nosso senhor Sir Paul Mc esteja com cada um de vocês. Get Back.

Comments


bottom of page