top of page
  • Foto do escritorFelipe Alecrim

#14_NxZero - Campinas 2023


O NX ZERO TÁ NA ÁREA!


Show 2/4 do NX. O segundo, pois consegui ver um show da tour do disco "Norte" lá em 2015, que já tinha sido inesquecível, inclusive por conta do "Norte" ser meu disco favorito dos caras até hoje.


E ontem, 8 anos depois (MEU DEUS 1!!!), a chance de ver de novo um show de uma das bandas da vida. E dessa vez bem melhor acompanhado kkkkk, Thatóla SEMPRE ELA minha bruxa!


O Nx faz parte da minha vida! Lembro quando ouvi "Além de Mim" pela primeira vez, tava na aula de batera e endoidei logo de cara. Fui atrás do CD (na banca da feira rs) pra conhecer e ouvir mais. Isso era 2006 (MEU DEUS 2!!!!!!). E a partir daí, os caras se juntaram a Fresno para serem as minhas bandas de Rock BR favoritas.


Lá em junho de 2020 (MEU DEUS 3!!!), eu tive a chance de gravar um excelente episódio do Extrema.Mente PodCast (quando tudo ainda era mato em relação a podcast no brasil kkkk) com o Dani Weksler, um puta papo foda, num momento que o Nx já estava no hiato e as expectativas de volta da banda já rolavam entre os fãs.


E 2023 a volta finalmente aconteceu! A tour "Cedo ou Tarde" tá rodando o Brasil e trazendo de volta aos fãs a nostalgia da adolescência, junto com a qualidade SEMPRE FODA dos shows do Nx.


Mas enfim, vamos a resenha sobre o show de 14/10/2023 na Expo Dom Pedro, em Campinas!


O lugar do show fica dentro do maior shopping da cidade, o que facilita demais a ida, entrada, estacionamento e saída. Muito bem localizado e um espaço beeeem amplo, pra fugir daquele tipo de show em lugar pequeno, quente e abarrotado de gente. O que para mim, é um ponto extremamente positivo.


O ponto negativo foi o preço do ingresso, principalmente em comparação a outros shows de bandas nacionais. Talvez seja até por isso que a casa não estava 100% lotada.


Outro ponto foi a qualidade do som. A gente foi de pista e a qualidade do som que chegou não foi tão boa em relação a definição, principalmente na mix da batera e divisão dos timbres das duas guitarras. No começo do show estava tudo meio embolado e sem muita clareza. Muito provavelmente seja por conta da estrutura da casa, que é muito larga e com o teto baixo e por isso o som se espalha pelo ambiente.


Mas, enfim… nada disso tirou a experiência FODA do show!


O Nx é uma banda foda em vários aspectos! Os caras são excelentes músicos e compositores. Assim como já citei em outras resenhas, é o tipo de rock que eu gosto porque tudo que você ouve sai de um instrumento musical que está sendo tocado por um ser humano. Isso me pega, me encanta e ainda é (e acho que sempre será) o tipo de rock`n roll que me inspira e me faz feliz.


Um batera absolutamente brutal de peso, técnica e potência. Linhas de bass muito bem feitas e dois guitarristas fodas, revezando entre suas 8 guitarras (foram 4 trocas de guitarra para os dois durante o show), sempre com timbres muito bem dosados para entregar peso, clareza e as melodias marcantes nas músicas do Nx, sempre muito bem compostas e executadas.


O Nx carrega até hoje a sua essência do Hard Core, juntando com melodias marcantes e letras para que os fãs façam parte do show.


Inclusive, é aqui que quero falar sobre o Di Ferrero. Eu sempre admirei sua forma de composição, porque é rica em vocabulário, reflexões, parábolas e filosofias do cotidiano, mas sem perder o foco em entregar melodias populares. É o misto do refrão que gruda na cabeça, mas que não é vazio, sempre te faz refletir, te entrega verdade, cria identificação e apego. Além de ser um frontman foda que sabe muito bem controlar o público.


O Nx SEMPRE foi isso, em todos os discos.


O show foi um passeio pela carreira dos caras.

Por ordem cronológica, rolou: "Diálogo"; "Nx Zero"; "Agora"; "Sete Chaves"; "Projeto Paralelo" (com participação póstuma do ETERNO Chorão, do Charlie Brown na intro de "Cedo ou Tarde"); "Em Comum" e "Norte".


Inclusive, passando pelo último single "Você vai lembrar de mim", lançado pra essa tour, que já tá na boca de todos os fãs e que ao vivo é ainda mais legal!


Depois de cantar parabéns e cortar bolo pro Fi, que tava de aniversário, os caras encerraram o show com uma trinca pra fã nenhum botar defeito: "A melhor parte de mim"; "Além de mim" e "Razões e Emoções".


O show de ontem foi o segundo, mas já tem mais 2 programados na agenda. Ainda esse ano, no Allianz Parque em SP e lá em março de 2024 no "I Wanna Be Festival" também no estádio do MAIOR DE TODOS, A SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS!


2023 já me possibilitou ver alguns nomes do rock BR: Titãs, Barão, Dead Fish, CPM, Pitty, Fresno, Esteban Tavares, Bullet Bane e agora o Nx. E ainda vai rolar Supercombo, Glória, Day Limns e Detonautas. Pra mostrar que quando falam que rock nacional "morreu" é papinho murcho de roqueiro insuportável.


Viva o rock nacional.

Viva o Nx Zero!


bottom of page