top of page
  • Foto do escritorFelipe Alecrim

#09_Esteban Tavares - Americana 2023


Primeira chance de ver um show do Esteban, mesmo sendo fã desde quando ele entrou na Fresno. Sempre curti a vertente mais "hard rock" que ele dava pra sonoridade da banda com as composições, linhas de bass e backing vocals. Inclusive, o auge pra mim é o EP "Cemitério das Boas Intenções" que é absolutamente brutal.


Mas, em paralelo a Fresno, o projeto solo do Tavares sempre encantou e inspirou muita gente, inclusive a mim. "Adios Esteban" completou 10 anos e o show no Vibes, em Americana marcou a celebração da tour que rodou o Brasil.


Antes de falar do show, queria falar da casa, o Vibes.

Uma grata surpresa. Nunca tinha ido, só visto por algumas fotos, mas achei o lugar muito foda, aconchegante e organizado. A localização é boa, a estética do lugar é incrível, cheio de referências musicais e urbanas. Existe a opção de escolher e pagar o que vai consumir de forma totalmente automatizada, o que facilita muito. Mas, o ambiente que mais me agradou foi o lounge na parte superior ao palco que te dá a opção de dar uma relaxada, sentar, comer, beber e resenhar, num espaço mais privado em relação ao palco.


A estrutura de som e iluminação são ótimas, apesar do lugar ser relativamente pequeno, mas claramente tudo foi muito bem planejado para atingir a qualidade sonora e estética que tem. E ainda rola tattoo, piercing, lojinha, vegan food, drinks e mais um monte de coisa. Preza demais, indico!


A noite começou com a BECOLD, banda de metalcore melódico aqui de São Paulo que vem fazendo vários shows junto com o Tavares. Curti bastante o som dos caras, vocal agressivo e melódico, o batera é animal e as composições são bem boas. Tem o EP "Bem vindo a terra do bem e do mal" lá no Spotify. Ouve que é preza.


Aí o Esteban basicamente chegou pra fazer um show impecável.


O que eu admiro demais no Tavares é a sua capacidade de composição, tanto a nível musical, quanto em relação às suas letras. Desde o "Adiós Esteban", passando pelo meu favorito "Saca La Muerte de Tu Vida", com músicas em inglês, espanhol e português, sempre com harmonias, melodias e letras excelentes. Eu sou muito fã do Tavares, na moral.


O show foi uma espécie de "celebração de encerramento" da tour de 10 anos do "Adios" e pós tour em Buenos Aires. Inclusive, a partir disso a banda (power trio MUITO FODA) escolheu um setlist pra lavar a alma de qualquer fã. Desde as mais clássicas até os novos hits.


"Chacarera da Saudade" (minha favorita); "Pianinho"; "Carta aos desinteressados"; "Primeiro Avião"; "Sophia"; Cigarros e Capitais", um karaokê insano com "Porto Alegre" e vários outros hits. Se quisesse, Tavares teria pelo menos mais 1 hora de repertório além dos 90 impecáveis minutos de show.


O que mais me impressionou no show é a qualidade foda do Tavares na guitarra. Quem é fã já tá ligado na imensa capacidade dele enquanto músico, compositor e produtor, mas mesmo sabendo disso, a performance ao vivo me impressionou.

Estreando sua nova guitarra Telecaster assinada pela Studebaker, Tavares entrega um nível absurdo de controle das melodias, harmonias e solos.


A sonoridade bastante característica nos traz um universo do blues, passando pelo pop, música gaúcha, rock brasileiro, argentino, chileno, emo e etc. Um cara realmente bastante completo. Inclusive, as referências que ele nos apresenta, mostra um lado "menos popular" no Brasil que é o rock latino. Mostrando um outro caminho além das referências americanizadas que sempre tivemos. (Inclusive, a camisa do Fito Paez não me deixa mentir rs).


Fiquei muito feliz em ter tido a chance de vê-lo ao vivo e poder cantar junto todos os seus hits. Ficamos no aguardo do "DALE GRACIAS", seu próximo disco!


Soy un gran admirador de tu trabajo. Fue un placer escucharlo en vivo. Viva tu arte, tus palabras, tu sentimiento y tu corazón.


Gracias compadre.




bottom of page